sábado, 17 de agosto de 2013

JOSÉ PACHECO, um mestre do Cordel

JOSÉ PACHECO DA ROCHA


Segundo Átila de Almeida e José Alves Sobrinho, em seu Dicionário Bio-Bibliográfico de Repentistas e Poetas de Bancada Volume 1, publicado em 1978 pela Editora Universitária de João Pessoa-PB, "José Pacheco da Rocha nasceu em 1890, em Porto Calvo (AL) e faleceu no dia 27 de abril de 1954." As informações sobre a vida do grande poeta são escassas e cheias de controvérsia. Há quem afirme que ele era Pernambucano de Correntes. Segundo José Costa Leite, que o conheceu pessoalmente no final da década de 40, na feira de Itabaiana-PB, Pacheco era um camarada alegre, brincalhão e irreverente. Era acaboclado, de estatura mediana, e tinha um braço mais grosso que o outro. Gostava de trajar terno branco e promovia verdadeiros espetáculos recitando seus poemas nas feiras nordestinas. É autor de diversos clássicos da poesia popular como A chegada de Lampião no Inferno, A intriga do cachorro com o gato, A festa dos cachorros e A mãe do Calor-de-figo.


Os grandes poetas do presente e os pesquisadores que realmente entendem de Literatura de Cordel, consideram José Pacheco um dos grandes pilares da trindade máxima do cordel, ao lado de Leandro Gomes de Barros e José Camelo de Melo.
Seu gênero preferido parece ter sido o gracejo, no qual nos deu verdadeiros clássicos. Escreveu também folhetos de outros gêneros, inclusive romances de grande repercussão, como “A princesa Rosamunda e a morte do gigante”. 

Num folheto editado pelo próprio autor na década de 1940, encontra-se um AVISO na contracapa que fala de sua ligação com o editor João Martins de Athayde e dá como seu endereço residencial a Rua Primitivo de Miranda, em Vitória de Santo Antão, Pernambuco. Poetas que o conheceram, como José Alves Sobrinho e João Firmino Cabral informavam que nos últimos anos de sua vida abraçou desregradamente o alcoolismo, sendo encontrado constantemente bêbado pelas feiras.



Na antologia de Literatura de Cordel lançada pelo BNB e organizada pelo saudoso Ribamar Lopes verificam-se as seguiantes informações sobre José Pacheco:

Há controvérsia sobre o lugar de nascimento de José Pacheco. Para alguns, ele nasceu em Porto Calvo, alagoas; há quem afirme ter sido o autor de A Chegada de Lampião no Inferno pernambucano de Correntes. A verdade é que José Pacheco, que teria nascido em 1890, faleceu em Maceió na década de 50, havendo quem informe a data de 27 de abril de 1954, como a do seu falecimento. Seu gênero preferido parece ter sido o gracejo, no qual nos deu verdadeiros clássicos. Escreveu também folhetos de outros gêneros.

(...)

José Pacheco foi poeta fecundo. De sua considerável obra, apresentamos apenas alguns títulos.




GRACEJO:

· A Intriga do Cachorro com o Gato

· As Palhaçadas de um Caboclo na Hora da Confissão

· A Propaganda de um Matuto com um Balaio de Maxixe

· A Chegada de Lampião no Inferno

· O Grande Debate de lampião com São Pedro

· A Festa dos Cachorros 
 

· A mãe do Calor de Figo



OUTROS GÊNEROS:

· A Beata que viu Meu Padrinho Cícero Sexta-feira da Paixão

· Grinaura e Sebastião

· A Mulher no Lugar do Homem

· A Princesa Rosamunda ou a Morte do Gigante

· Os Prantos de Cacilda e a Vingança de Raul

· Peleja de um Embolador de coco com o Diabo

· Os sofrimentos de N. S. Jesus Cristo.

7 comentários:

  1. Estou cada vez mais fascinado pelo cordel...parabéns por este trabalho tão lindo, além de poeta você traz a informação teórica de base sobre a literatura de cordel... esta riqueza que só nós temos...

    ResponderExcluir
  2. Compadre Arievaldo Viana, nós bem sabemos que Zé Pacheco não morreu acidentado. Realmente falecido em 1954, em Macéio-AL, data e local de nascimento ainda é um mistério a ser desvendado.

    ResponderExcluir
  3. Verdade, compadre José Paulo. Vou consertar a postagem.

    ResponderExcluir
  4. LIVROS E FOLHETOS À VENDA

    QUER MONTAR A SUA BIBLIOTECA DE CORDEL???
    Temos mais de cem títulos, de mais de 20 autores em estoque e enviamos pelo correio para qualquer parte do Brasil.
    E também livros imprescindíveis para quem deseja conhecer o cordel.
    1 - Acorda Cordel na Sala de Aula
    2 - Leandro Gomes de Barros - Vida & Obra
    3 - O que é Cordel? de Franklin Maxado e muitos outros.

    ALGUNS TÍTULOS EM ESTOQUE:

    - O valente Zé Garcia - 40 páginas
    - Batalha de Oliveiros com Ferrabras - 32 páginas
    - A prisão de Oliveiros - 32 páginas
    - Artimanhas de João Grilo (Arievaldo Viana) - 32 páginas
    - O misterioso crime das tres maçãs - 24 páginas
    - João Bocó e o Ganso de Ouro - 16 páginas
    - Mil e uma maneiras de manter seu casamento - 16 páginas
    - Luiz Gonzaga, o rei do baião - 16 páginas
    - Yoyô, o bode misterioso - 20 páginas
    - O batizado do gato - 8 páginas
    - Discussão de seu Lunga com um corno - 8 páginas
    - As peripécias da vaqueira Rosadina - 16 páginas
    - Peleja de Severino Pinto com Severino Milanês - 16 páginas
    - A donzela Teodora - 32 páginas
    - Iracema, a virgem dos lábios de mel - 32 páginas
    - A visita da morte - 16 páginas
    - O jumento melindroso desafiando a ciência - 16 páginas
    - A chegada de Lampião no inferno - 8 páginas
    - Romualdo entre os bugios (40 páginas) - Ed. CORAG
    - Quinta de São Romualdo (40 páginas) - Ed. CORAG
    - A didática do cordel - 16 páginas
    - A gramática em cordel - 16 páginas
    - Meu martelo - 8 páginas.

    PEDIDOS: e-mail acordacordel@hotmail.com

    ResponderExcluir
  5. Eu só sei que José pacheco da rocha tem familia e estão vendendo livros dele

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então nos forneça os contatos com membros da família do grande José Pacheco da Rocha, por favor

      Excluir
  6. Gostaríamos muito de conhecer os descendentes do grande poeta JOSÉ PACHECO DA ROCHA. A Editora Luzeiro, de São Paulo, possui um documento onde uma filha do poeta, de nome JULIETA, vendeu os direitos autorais da obra do pai, já falecido.

    ResponderExcluir