sábado, 26 de setembro de 2015

EXPEDIÇÃO CORDEL PIAUÍ

IMAGENS DO CORDEL 
NO ESTADO DO PIAUÍ

Salvaguarda e Registro da Literatura de Cordel, Cantoria, Xilogravura e Embolada como Patrimônio Imaterial do Povo Brasileiro pelo IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional). 

Agradecimentos a Raimundo Clementino Neto, Ricardo Pereira (do IPHAN), Rosilene Mello, Vandynha Viana, Pedro Costa, Joames, Chico dos Romances, Ilza Bezerra, Josefina Gomes, Marina Gomes e todos que colaboraram com esse trabalho, inclusive o professor Gilmar de Carvalho, que nos deu RÉGUA E COMPASSO com seus livros "Poetas do Povo do Piauí" volumes 1 e 2.


Com Ricardo Pereira, no IPHAN-PI

Com as poetisas Josefina Gomes e Ilza Bezerra

Capa do folheto CALIXTÃO DE GUERRA, de
Raimundo Clementino Neto.

Poeta Pedro Costa, na FUNCOR-PI

Poeta Edivaldo Guerreiro

Com Francisco Peres de Sousa, o popular CHICO DOS ROMANCES

Entrevista da TV Assembléia do Piauí

domingo, 20 de setembro de 2015

Homenagem ao poeta


Gonzaga Vieira e Rouxinol do Rinaré

GONZAGA VIEIRA 
(Gonzaga de Canindé)

José Maria Gonzaga Vieira nasceu em Canindé no dia 20 de setembro de 1946. Autodidata, milita na imprensa escrita e falada. Pertence à Associação de Arte e Cultura de Canindé. É correspondente de vários grêmios culturais de Fortaleza, Natal, Campina Grande e Brasília. É autor de quase duas dezenas de folhetos rimados, com destaque para “A HISTÓRIA DE APARECIDA, A MENINA PERDIDA NAS MATAS DO AMAZONAS”.  Participa do projeto “Acorda Cordel na Sala de Aula”, criado pelo poeta Arievaldo Viana e implantado em Canindé, em parceria com a Secretaria de Educação do Município.
Começou escrevendo folhetos de oito páginas, principalmente no gênero ABC, tendo publicado O ABC DO MOBRAL, dos “TUBARÕES”, do “CONSUMIDOR” e outros de cunho político e social. No gênero romance, seu melhor trabalho é “A LIDA DE CONRADO E A HONRADEZ SERTANEJA” que foi ampliado de 16 para 32 páginas pelo poeta Arievaldo Viana. Também em parceria com Arievaldo, produziu uma graphic novel em quadrinhos e cordel, intitulada “CANINDÉ, DA LENDA A REALIDADE”, em 1986.
Habitante de um dos maiores centros religiosos do Nordeste, já escreveu diversos folhetos tendo São Francisco das Chagas de Canindé como tema principal. É citado em artigos da escritora francesa Sylvie Debs, publicado nas revistas LATITUDES e QUADRANT. Também já teve a sua obra pesquisada por outra francesa, Martine Kunz, que reside atualmente em Fortaleza.
Atualmente, ministra palestras e oficinas sobre Literatura de Cordel nas escolas de Canindé. É autor, dentre outros, dos seguintes folhetos:

1 – ABC DO MOBRAL
2 – ABC DO CONSUMIDOR
3 – ABC DOS TUBARÕES
4 – APARECIDA, A MENINA PERDIDA NAS MATAS DO AMAZONAS
5 –  PROEZAS DA VAQUEIRA ROSADINA
6 – CANINDÉ, DA LENDA A REALIDADE
7 – A LIDA DE CONRADO OU A HONRADEZ SERTANEJA
8 – HISTÓRIA DO ROMEIRO DA CRUZ
9 – LULA: DE RETIRANTE A PRESIDENTE
10 – PREVISÕES ASTROLÓGICAS (OU A FACE DO PODER DIVINO), editado anualmente, desde 1999.
11 – A VIA SACRA EM CORDEL
12 – ENCONTRO DE SÃO FRANCISCO COM PADIM CIÇO DO JUAZEIRO
13 – CAPITÃO PEDRO SAMPAIO DA SERRA BRANCA (inédito).
14 – AS PERIPÉCIAS DA VAQUEIRA ROSADINA (inédito)
15 – A MORTE INGLÓRIA DE JOÃOZINHO ABOIADOR
16 – ALAN KARDEC EM CORDEL
17 – O PLANTIO DO OURO BRANCO
18 – O CAMELÔ E O TREM
19 – A PELEJA DO VIGÁRIO E DO PREFEITO POR CAUSA DA CONSTRUÇÃO DA ESTÁTUA DE SÃO FRANCISCO (inédito)

20 – O ABC DO ALGODÃO

Gonzaga Vieira, pelo artista Denísio Abreu