quinta-feira, 27 de outubro de 2011

CORDEL EM PORTO ALEGRE

Na próxima semana, no período de 02 a 05 de novembro eu e Jô Oliveira estaremos novamente na Feira do Livro de Porto Alegre lançando quatro obras pela Editora CORAG. Duas delas são adaptações de textos do livro "CASOS DE ROMUALDO", do escritor e folclorista gaúcho Simões Lopes Neto. Os outros são adaptações do Estatuto do Idoso e do Estatuto da Criança e do Adolescente para o cordel. Além dos lançamentos, faremos palestras, oficinas e visitações escolares. Todas as obras lançadas pela CORAG terão tiragem superior a 20 mil exemplares e serão distribuídas em escolas públicas do Rio Grande do Sul, contribuindo sobremodo para difusão e consolidação da Literatura de Cordel na Região Sul do país.
O informativo oficial da Feira de Porto Alegre publicou esse texto em julho deste ano:
A literatura de cordel ao alcance de todos. Um projeto promovido pela Companhia Rio-Grandense de Artes Gráficas (Corag) em parceria com a Câmara Rio-Grandense do Livro publica livretos com obras adaptadas à linguagem de cordel. A ação, que ocorre pelo segundo ano consecutivo, distribui o material na Feira do Livro de Porto Alegre e em escolas. Neste ano, o texto escolhido para ser adaptado ao cordel é Casos de Romualdo, de Simões Lopes Neto. A adaptação foi realizada pelo escritor cearense Arievaldo Viana e as ilustrações são do pernambucano Jô Oliveira.
No ano passado, Arievaldo Viana e Jô Oliveira também trabalharam com os contos de Lopes Neto. Na ocasião, os textos escolhidos foram “300 Onças” e “Melancia e Coco Verde”, publicados e distribuídos em 14 mil exemplares. Neste ano, serão adaptados os contos “Romualdo entre os Bugios” e “Quinta de São Romualdo’, também da obra do pelotense, considerado o maior escritor regionalista gaúcho.
Arievaldo Viana e Jô Oliveira contam com diversas obras e prêmios em seus currículos. O primeiro é o criador do Projeto Acorda Cordel na Sala de Aula, que utiliza a poesia popular na alfabetização de jovens e adultos. Viana também é membro da Academia Brasileira de Literatura de Cordel e venceu, em 2002, o V Prêmio Domingos Olympio de Literatura. Já o ilustrador Jô Oliveira tem em seu currículo um prêmio no Festival de Curta-Metragem, em 1968, no Rio de Janeiro, com desenho animado e participações nas 9ª e 10ª edições do Salone Internazionale del Animazione dei Comics em Lucca, na Itália, em 1973 e 1974.
Autor e ilustrador estarão presentes na 57ª Feira do Livro de Porto Alegre, que ocorrerá de 28 de outubro a 15 de novembro. No evento participarão de encontros com alunos e professores. Além disto, Arievaldo ministrará uma oficina sobre cordel, dentro do Ciclo Todo Mundo Pode. A oficina acontecerá no QG dos Pitocos, espaço da Feira do Livro destinado a crianças em idade pré-escolar.
Ilustração do folheto "Quinta de São Romualdo"



Confira abaixo um trecho de Romualdo entre os Bugios, conto de Simões Lopes Neto, adaptado para o cordel Arievaldo Viana e ilustrado por Jô Oliveira:

Fui ao Rio Grande do Sul
Para tomar chimarrão
E comer um bom churrasco
Feito num fogo de chão
Quando chegou um guri
Com um pacote na mão.

Chegou e disse: - Quem é
O senhor Arievaldo?
O mestre Simões me disse
Que és poeta de respaldo...
E lhe mandou, de presente,
Os CASOS DE ROMUALDO.

Desembrulhei o pacote
Que vinha bem amarrado
Vi o livro de Simões
Lopes Neto autografado
E dentro vinha um bilhete
Com o seguinte recado:

“Tu que és bom trovador,
Um perfeito menestrel
Quero que o nobre amigo
Transponha para o papel
Os CASOS DE ROMUALDO
No formato de cordel.”

A carta de Simões Lopes
Veio mexer com meus brios
Confesso que este foi
O maior dos desafios,
Vou transpor para o cordel
“Romualdo entre os bugios” 

Primeiramente apresento  
O famoso ROMUALDO
Sujeito que muito andou
Por isso ganhou respaldo
Até Barão de Münchausen
Pra ele, não dá um caldo!


(...)

Nenhum comentário:

Postar um comentário